Como congelar, secar e manter as suas ervas aromáticas

Aqui na Itália nos não podemos ter o privilegio de ter ervas aromáticas sempre frescas durante todo o ano na horta de casa, por conta do inverno ser muito rígido.

Então sabem o que a maioria das pessoas fazem? Congelam aqueles alimentos que no inverno é mais difícil de obter.


Nesse caso estamos falando só de ervas aromáticas, mais é possível sim congelar quase todos os alimentos que usamos em nossa cozinha.


Em um outro post falarei mais sobre como congelar diferentes tipologias de alimentos, mais isso fica para a próxima vez.



 

 
Pra congelar as suas ervas aromáticas de uma maneira que mantenha por longo tempo todo os seus aromas como se fosse fresca, devemos tomar algumas precauções nessa hora. 

Não é nada complicado, basta lavar as ervas em agua corrente antes de cortar e deixar escorrer bem.

Algumas pessoas deixam enxugar antes de congelar, mais, penso que não seja necessário.

Nos supermercados existem ervar aromáticas congeladas já picadas mais provei e não gostei.


O melhor modo que achei para que o congelamento não alterasse o aroma e sabor das ervas, foi congelando-as inteiras e depois picando congelada na hora de utilizar.


As ervas que são muito grandes como por exemplo a salsinha eu separo os talos das folhas, e congelo também os talos inteiros, e uso para temperar sopas e caldos.


Com o salsão/aipo separo as folhas dos talos, corto os talos em pedaços grandes para depois picar menor quando vou utilizar e com as folhas faço sopas.


‘E possível congelar todos os tipos de ervas aromáticas.

Use saquinhos ou potes de plásticos para congelar-las.



Existe outro modo de conservar as ervas aromáticas, isto é secando-as.


Esse modo eu acho muito pratico e utilizo bastante na minha casa.


Não tem nenhum segredo para secar as ervas, basta fazer um buque de ervas e pendurar de cabeça para baixo em um lugar escuro e seco ate elas secarem completamente.


Mais cuidado quando for usar ervas secas, use-as menos quantidade que você usa de ervas frescas, pois as ervas secas possuem um sabor e aroma mais acentuado.


Depois de secas elas se mantem por vários anos se bem conservadas em potes de vidros fechados  ou latas com tampa em lugar seco e escuro.


Eu tenho sempre dois vidros do mesmo tipo de  erva seca, um grande e um pequeno.


O vidro grande eu encho de erva e só abro no momento que tenho que encher o vidro pequeno, e vou usando a erva do vidro pequeno.  Desse modo evito que se perda o aroma e sabor da erva.



Esses sao os temperos que não podem faltar em uma cozinha italiana.


Uns dos segredos da boa cozinha italiana é o frescor dos seus ingredientes e as ervas aromáticas.




Me deixe um comentário dizendo o que achou da receita! A sua opinião é muito importante para mim.
 E se realmente gostar da receita, compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

Voce ainda me encontra no facebook/instagram/twitter/google+/pinterest/youtub

 


You may also like...

Deixar uma resposta

error: Content is protected !!
%d bloggers like this: